Livro Nascer Saudavel

//Livro Nascer Saudavel
Livro Nascer Saudavel 2018-11-29T10:01:00+00:00

Sobre o Livro

Nascer Saudável trata do tema da gravidez e do parto como nunca outro livro o fez em Portugal. É uma obra essencial para nos mantermos actualizados nas formas de proteger a gravidez e nos cuidados prestados no parto.

Ao longo destas páginas, Sandra Oliveira aborda, com transparência e fundamentação, temáticas como o parto fisiológico e cesariana – passando pelas etapas mais cruciais da gravidez – e sempre com o objectivo de promover a autonomia e autodeterminação das mulheres, para que saibam tomar importantes decisões quando está para nascer um filho.

Nascer Saudável é um livro obrigatório tanto para quem espera um bebé, como para quem pretende saber mais sobre o momento mágico que marca a vida de todos nós: o nascimento.

Sobre o Prefácio
O livro Nascer Saudável conta com o importante prefácio do Professor Doutor António Vaz Carneiro, Director do Centro de Estudos de Medicina Baseada na Evidência e da Biblioteca Cochrane Portugal. Biblioteca esta que é o maior alicerce de fundamentação de todo o livro. Este prefácio vem assim dar sustentação ao rigor científico que a autora nos apresenta no Nascer Saudável.

Chancela: Chá das Cinco
Data 1ª Edição: 26/05/2017
ISBN: 9789897102936
Nº de Páginas: 432
Dimensões: [160×230]mm
Encadernação: Capa Mole
Preço Capa: 17,70 €

Criticas

Acompanho o trabalho e a luta da Sandra Oliveira desde há muitos anos. A sua força, determinação, rigor, conhecimento teórico e prática vivida, estão bem espelhados neste livro. Impunha-se que fosse escrito para nos mostrar um outro olhar sobre estas matérias.

Luís Jacôme, pediatra

Nascer Saudável será certamente um grande passo para que os casais se sintam mais informados e seguros sobre as decisões que tomam, antes, durante e depois do nascimento. Coloca ao alcance de todos um bem essencial: a informação e conhecimento, que se transformará em confiança, ajudando todos a percorrerem a sua viagem, sendo o casal o principal protagonista nas suas escolhas.

Tatiana Dominguez e Miguel Basto , Centro Pré e Pós Parto

A Sandra personifica o papel da doula: incondicionalmente ao lado das mães. Com este livro, volta a fazê-lo, com amor e sabedoria, contribuindo ao mesmo tempo para a necessária discussão sobre a importância do suporte emocional e o respeito pela fisiologia da gravidez e parto.

Constança Cordeiro Ferreira, autora e fundadora do Centro do Bebé

Testemunhos

Olá Sandra,
Estou emigrada na suiça ha quase 5 anos.
Sou enfermeira, sem grande experiência na área de obstetricia ou pediatria pois sempre trabalhei com adultos.
Engravidei pq a natureza foi mais sábia que as minhas contas e os meus programas de cálculo da ovulação ! Há cerca de dois anos sem pilula, método rudimentar em que sabíamos que a qualquer momento poderia acontecer mas sempre a achar que “nao era assim tal fértil”. Afinal era/sou! Bastou um deslize  e os planos que eram para o ano vieram em Março!
Muito bem recebida a surpresa!
Como enfermeira e o meu marido também, a ideia de parto que tinhamos era uma: cesariana electiva!! Imagina lá tu! Pensávamos os dois igual: controlar tudo com toda a tecnologia médica. Mas uma vez que a gravidez se tornou real, nem pensar em cesariana!! A ideia de um bebé a ser trazido de forma abrupta no dia x anotado no calendário passou a ser aberração. Mas a parte médica continuou lá: épidural sem olhar para trás!!! Para quê sofrer?! Pois pois… só que entretanto comecei a ler, a informar-me e em Julho fui a Portugal de férias. Visita habitual à Fnac. Desta vez nao fui à secção de Cake Design ( a minha paixão), mas continuei na área doce da vida: o nascimento. Livros de parto! O teu livro saltou-me à vista! Comprei. Um dia ouço-te no programa Rádio – Amália. Ouvi com o meu marido. Posso dizer-te que foi O Dia em que ele começou a olhar para mim como quem olha para dois  As tuas palavras foram mágicas na concepção do que implica a gravidez para a mulher, familia, sociedade. Depois li o livro com muita atenção. Aplicada que sou, sublinhei partes importantes, transmiti ao meu marido ( nao gosta de ler mas ouve-me pois dá menos trabalho ). E a ideia que andava na minha mente de tentar seguir um parto mais natural passou a ter apoio: apoio científico. Por tido isto, obrigada!!
A realidade suiça é um pouco diferente da portuguesa. Estaria assustada em Portugal. Eu própria assisti a partos no meu país, enquanto estudante e enquanto familiar ( irmã).
Na altura as práticas correntes nao me chocaram… era o hospital, o meu mundo, eu via tudo como o normal e nao o invasivo. Hoje vejo tudo tao diferente…
estou com 27 semanas. Não sei o que me espera, mas estou cada vez mais munida de informação. Sendo da área da saúde, tanto eu como o meu marido damos um valor enorme a que seja
Informação concreta, verdadeira, factual. O que quer que seja que esta viagem me reserva, eu não vou às cegas nem na inocência de achar que devemos colocar tudo nas mãos de quem cuida. Estando apenas os dois aqui a insegurança é ainda maior. Costumo dizer sempre que o
Saber é uma arma e dá força! Seja a minha, na hora certa!
Bem haja,
Obrigada!

Ema Pinto , Enfermeira

Sandra! Ainda bem que avançou … 
Como já referi cada “particularidade” deste mundo da Obstetrícia e do Nascimento foi “tocado”.Cada página, cada capítulo é o espelho limpo do que vivemos, do que presenciamos e do que nos confidenciam os casais.
Como profissional, neste momento nos Cuidados de Saúde Primários, mas com uma carreira hospitalar anterior de 10 anos na área de Obstetrícia…muito grata!pela coragem de colocar em escrito o que todos sabemos…soube-me particularmente bem ler a sua opinião sobre o nosso (ESMO) papel na área da vigilância e especialmente o flagelo das “Preparações para o Parto” que ainda vão estando (infeliz e erradamente) enraizadas e disseminadas…e como responsável nesta área atualmente, é também esta a minha luta…
Preparação para o Parto?precisamos? Sendo o meu papel profissional no SNS neste momento, talvez devesse responder que sim…mas não consigo!…
Apenas um…depende!

Patrícia Capela, Enfermeira ESMO

Olá Sandra,
Cheguei até ao seu perfil através de uma publicação do Marco Peralta por “sorte” (não acredito em acasos). Daí até ao Nascer Saudável foi um clique. Quando li a sinopse do livro pensei imediatamente que tinha de começar a lê-lo logo que engravidasse. E assim foi. Não tinha qualquer referência sua, pensava que uma doula era quem realizava partos em casa e sobre gravidez sabia ainda menos do que pensava. Terminei-o ontem, às 19 semanas da minha primeira e tão desejada gravidez. É uma bíblia, Sandra. Adorei. Acho-o tão importante, tão bem fundamentado, tão essencial, justificado, equilibrado e indispensável que vou recomendá-lo a toda e qualquer pessoa que se cruze comigo e me fale no assunto. Que contributo tão importante a Sandra deu para a transparência do cenário obstétrico médico vs natural. Estou-lhe muito grata pelo que me ensinou com este livro e pela forma como me fez ficar alerta. A sua fibra está tão visível na sua escrita e espero um dia ter o prazer de me cruzar consigo. Parabéns pelo extraordinário trabalho, um grande beijinho. (P.s. Achei o Nascer Saudável tão bom que convenci o meu marido a lê-lo

Sara Sousa Oliveira, Jornalista

Bom dia. Só lhe escrevo esta msg porque lhe queria agradecer. Li o seu livro de rajada em dois dias e parece que foi escrito para mim. Não poderia ter vindo em melhor altura! Já tenho doula, mas é da Rede Amamenta, e já tínhamos falado de muitas daquelas coisas mas o seu livro dá uma extrema segurança.
Obrigada por tê lo escrito. Julgo que fez um contributo inestimável para a sociedade Portuguesa
Espero que não sejam precisos os tais 17 anos para o livro começar s ter repercussões mas espero que ao menos a minha filha que vai nascer possa se sentir emponderada no momento em que for ela própria a decidir como quer parir.

Marta Gameiro Branco, Médica dentista

O livro que deveria ser obrigatório para qualquer grávida, a ser entregue com o boletim!!! Havemos de lá chegar um dia… quando a Humanidade se deixar de interesses e passar à humanização em todas as vertentes da vida…

Vera Oliveira

Olá Sandra
Queria partilhar, que o meu bebe nasceu ontem nos lusíadas pelas mãos do Dr João Mendes, parto natural, sem nenhuma intervenção ( iei), entrei na maternidade as 10h com 4 dedos e pari as 14h o Manuel com 3730g, e 50,5 cm.
Foi em parte com o seu livro que consolidei conhecimentos que me permitiram procurar uma solução mais adequada ao tipo de parto que sempre quis ter, e um médico que me pudesse proporcionar isso em meio hospitalar.
Foi uma experiência fantástica, a dor de facto é um excelente guia para o que temos que fazer no parto.
Estou grata por ter tido este segundo parto totalmente contrário ao meu primeiro, que teve uma série de intervenções violentas em Cascais.
Bem haja pela transmissão de conhecimento que para as mulheres que quiserem absorver são um excelente meio de empoderamento!

Patrícia Unhão

Pedido de informações

Nome (obrigatório)

Email (obrigatório)

País (obrigatório)