Nils Bergman
Nils Bergman
A paixão do Dr. Nils Bergman começa com o contato pele com pele, este é o termo que prefere para aquilo que muitas pessoas chamam de método Kangoroo Mother Care. O Dr. Bergman considera o contacto pele com pele a primeira e crucial intervenção da área da perinatologia, com impactos e implicações na saúde pública em larga escala. A sua experiência abrange as áreas das neurociências do desenvolvimento, aleitamento materno, neonatologia e obstetrícia. Tem uma visão integrada, e considera que estas áreas formam um todo, no qual o contacto pele com pele é o pré-requisito para o sucesso da amamentação, e que os cuidados neonatais e obstétricos deverão re-orientar o seu propósito de forma a manter a integridade da díade mãe-bebé.
Designou esta visão holística de “Método Mãe Canguru” (Kangoroo Mother Care).
O Dr. Bergman foi também gestor hospitalar, e atualmente é médico de saúde pública, o que lhe permite uma visão mais integrada entre hospitais, sistemas de saúde e da sociedade como um todo.
Ana Maria Teodoro Jorge
Ana Maria Teodoro Jorge
Licenciada em Medicina pela Universidade Clássica de Lisboa (1973).
Especialista em Pediatria Médica, Hospital Dona Estefânia (1984).
Presidente do Centro Garcia de Orta, Formação, Ensino e Investigação do Hospital Garcia de Orta (2012).
Directora clínica da Unidade de Cuidados Continuados da Liga Amigos do Hospital Garcia de Orta (2013).
Directora do Serviço de Pediatria do Hospital Garcia de Orta em 1996 e de 2001/2008.
Presidente do Conselho de Administração da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo de 1996/2000.
Assistente da Escola Nacional de Saúde Pública (Saúde Materna, Infantil, Escolar e Adolescentes) de 1985/1992.
Presidente da Comissão de Ética do Hospital Garcia de Orta, de 2003 a 2008.
Júris de Concurso de Chefe de Serviço da carreira médica hospitalar, e de Exame Final de Internato Complementar de Pediatria Médica.
Direcção do Colégio de Pediatria Médica da Ordem dos Médicos de 1993 a 1998.
Direcção Nacional da Liga Portuguesa Contra a Epilepsia de 1987/1994 e Presidente da Delegação de Lisboa de 1994/1996.
Direcção da Secção de Desenvolvimento da Sociedade de Pediatria de 1994/1997.
Sector de Humanização do Instituto de Apoio à Criança de 1998/2005.
Grupo de Trabalho conjunto com os Ministérios da Educação e Segurança Social, para a problemática da Intervenção Precoce de 1994/1996 e 2005/2007.
Troféu Pais e Filhos concedido pela revista Pais e Filhos em 1994.
Integra a equipa de trabalho que recebeu 2.º Prémio Sigma em 1986 com o trabalho «Diarreias Agudas em Pediatria – contributo para o seu estudo etiológico e clínico».
Deputada à Assembleia da República de Junho a Dezembro de 2011.
Presidente da Comissão Nacional Hospitais Amigos dos Bebés da UNICEF, desde 2012.
Ministra da Saúde no XVII e XVIII Governos Constitucionais.
Apresentou mais de 200 comunicações e palestras.
Tem mais de 30 trabalhos publicados em diversas revistas.
Inscrição

Inscreva-se na nossa conferência até dia 30 de Setembro

Aproveite o preço reduzido de venda antecipada
Inscrição
António Vaz Carneiro
António Vaz Carneiro
Com 40 anos de experiência profissional em Portugal e nos EUA, António Vaz Carneiro é um médico Especialista em Medicina Interna, Nefrologia e Farmacologia Clínica, sendo também Professor na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa onde dirige o Centro de Estudos de Medicina Baseada na Evidência, tendo ainda outras tarefas pedagógico-científicas no âmbito da FMUL. É um Investigador Clínico com especial interesse nas áreas da investigação secundária (revisões sistemáticas e meta-análises), assim como das metodologias da translação do conhecimento para a prática e dos sistemas de apoio à decisão clínica, de administração/gestão, das políticas de saúde e de aumento da literacia em saúde dos cidadãos.
Diogo Ayres de Campos
Diogo Ayres de Campos
Diogo de Matos Graça Ayres de Campos é Professor Associado com Agregação na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e Assistente Graduado de Ginecologia e Obstetrícia no Hospital de S. João no Porto. Foi Director da Urgência de Ginecologia e Obstetrícia/Bloco de Partos do Hospital de S. João entre 2004-2008, e coordenou o ensino Pós-Graduado do Serviço de Ginecologia e Obstetrícia do mesmo hospital entre 2008-2011.
As suas principais áreas cientificas de interesse são a monitorização fetal intraparto e a simulação obstétrica. Foi co-inventor do programa “Omniview-SisPorto®” de análise computadorizada dos sinais de monitorização fetal (Speculum®, Lisboa, Portugal, 2006), e consultor médico para o desenvolvimento do simulador obstétrico “Lucina®” (CAE Healthcare, Montreal, Canada, 2014). Foi o investigador principal do ensaio clínico randomizado FM-Alert que avaliou o impacto da análise computadorizada da monitorização fetal em 5 hospitais no Reino Unido, num total de 8100 participantes. É membro do Medical Advisory Board da empresa Nemo Healthcare®, na Holanda.
Publicou 90 artigos em revistas internacionais indexadas na Medline, editou 4 livros, escreveu 57 capítulos de livros, e apresentou 92 palestras por convite em reuniões científicas internacionais. Foi Editor-chefe fundador da revista Acta Obstétrica e Ginecológica Portuguesa entre 2006-2010, Editor Associado da revista “ISRN Obstetrics and Gynecology” em 2012-2014 e desde 2015 é Editor Associado da Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Foi presidente da Comissão Científica do 1º e do 2º European Congress of Intrapartum Care – ECIC.
É Secretário-Geral da Federação das Sociedades Portuguesas de Obstetrícia e Ginecologia – FSPOG, coordena a Simulação Obstétrica para o Colégio de Especialidade de Ginecologia e Obstetrícia da Ordem dos Médicos, e preside à Comissão Nacional para Redução da Taxa de Cesarinas, nomeada pelo Ministério da Saúde que proporcionou uma descida de 10% na taxa nacional de cesarianas entre 2009 e 2014.
É membro do Council Board do European Board and College of Obstetrics and Gynecology – EBCOG e pertence ao Exam Committee desta instituição, sendo o responsável pela parte 2 do European Fellowship Examination – avaliação de competências. Pertence ao Executive Board da European Association of Perinatal Medicine – EAPM e ao seu Study Group on Intrapartum Monitoring. Desde 2010 integra o Safe Motherhood and Newborn Health Committee da International Federation of Obstetrics and Gynecology – FIGO, onde coordenou a revisão das FIGO guidelines on intrapartum fetal monitoring.
Miguel Oliveira da Silva
Miguel Oliveira da Silva
62 anos, 2 filhos.
Licenciado em Medicina (1976) e em Filosofia (1998), na Universidade de Lisboa.
Professor Catedrático da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL).
Presidente do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (CNECV) desde Setembro de 2009 a Março de 2015.
Doutorado em Obstetrícia pela FMUL em 1992.
Presidente do Conselho Pedagógico da FMUL (Julho 2008-Novembro 2015). Integrou o Senado da UL.
Coordenador e Regente de Ética e Ciências Sociais (1º ano, disciplina obrigatória), Ética Médica (5ºano, disciplina obrigatória), Filosofia do Conhecimento (3º ano, opcional) desde 2004.
Docente em diversos Mestrados em Bioética da FMUL.
Integra a CEIC (Comissão de Ética para a Investigação Clínica) desde 2009.
Obstetra-Ginecologista no Hospital de Santa Maria (Consulta Pré-Natal e Consulta de Ginecologia de Adolescentes)
Consultor do Infarmed na área de comparticipação de medicamentos.
Coordenador europeu do Relatório The State of Reproductive Health and Fertility in the European Union (2001-2012)
Primeiro autor de diversos artigos e livros sobre Bioética, Ginecologia-Obstetrícia, Saúde Sexual e Reprodutiva.
Delegado português nas estruturas de Bioética da UNESCO, União Europeia (NEC Forum) e Conselho da Europa (DH- BIO) de 2010 a 2014.

Painel de Mães

Alexandra Nascimento
Alexandra Nascimento
Nascida em 31/10/1973, licenciou-se em Direito e exerceu advocacia durante oito anos, ao mesmo tempo que a paixão pelo teatro a levou a concluir dois cursos de expressão dramática. Passou por dois grupos de teatro, tendo trabalhado como actriz durante cerca de dez anos. Aprendiz de swasthya yoga. Casada desde 2004. Em Novembro de 2009, quando nasceu o primeiro filho, Vicente, no Hospital CUF Descobertas, trabalhava no Ministério da Administração Interna.
O aparecimento do Vicente foi uma grande vitória e o culminar de uma luta de quase 3 anos contra a infertilidade. Foi também o virar de uma página na vida desta nova mãe, pois com o Vicente surgiu também a decisão de ser mãe a tempo inteiro, a descoberta da parentalidade com amor, com vínculo e com apego, da disciplina positiva, de uma vida vivida através da harmonia, da felicidade e da verdade, tem sido este o caminho que aprendeu a percorrer até hoje, altura em que o Vicente dá os primeiros passos no ensino doméstico.
Em 24 de Setembro de 2011 nasceram os gémeos Eva e Martim, também fruto de um tratamento de fertilidade e cujo nascimento atribulado e prematuro, às 28 semanas de gravidez, na MAC, trouxe tantas dificuldades como o aprofundar do caminho iniciado em 2009.
Em Novembro de 2013, nasceu em casa o Tomás, trazido até nós desde o primeiro momento num manto de espontaneidade e amor incondicional. Um acto da natureza e prova que a sua é a única força verdadeira.
Rita Ferreira
Rita Ferreira
39 anos, passou pelas redações do jornal A Capital, revista Focus, Pais&Filhos e TVI.
Atualmente é editora de sociedade no jornal Observador.
Já fez vários trabalhos relacionados com a gravidez e o parto, nomeadamente as grandes reportagens “Donas do Parto” – TVI e “No tempo das cesarianas” – SIC.
É mãe de dois filhos
Sónia Ferreira
Sónia Ferreira
Nasceu em 1975 em Lisboa e é jornalista profissional desde 1999.
Licenciou-se em Comunicação Social no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas, em 1997.
Ingressou na Agência Lusa em 1998 após uma experiência numa rádio local e um estágio na agência noticiosa. Acompanhou assuntos locais e regionais até 2000, ano em que integrou a equipa de Política.
A feitura das leis, o exercício de órgãos de soberania, os partidos políticos, a luta eleitoral, o debate parlamentar e o financiamento político são os temas que segue habitualmente.
Os direitos das mulheres, a violência doméstica e as mulheres na Política são outras áreas que já trabalhou.
Tem dois filhos, o primeiro nascido em 2011 e a segunda em abril passado.
Susana Lima
Susana Lima
Susana Lima, cientista, natural de São Miguel e criada com o sotaque do Norte na Invicta.
Estudou bioquímica na Universidade do Porto e a seguir rumou aos Estados Unidos para fazer o doutoramento na área das neurociências.
Desde 2008 é investigadora principal na Fundação Champalimaud em Lisboa onde estuda os mecanismos neuronais subjacentes ao comportamento sexual em ratinhos.
Mãe de dois rapazes, o Caio com 4 anos e o Rio com 1 ano. A paixão pela biologia fez com que quisesse perceber e questionar “tudo” quando engravidou do primeiro filho, o que a levou a procurar o apoio de uma Doula (Sandra Oliveira) e um parto o mais natural possível. Duas gravidezes sem incidentes e dois bebés que nasceram, no ambiente hospitalar, de parto normal.
Para a Susana, o apoio incondicional do marido e da Sandra foram os pilares que lhe permitiram encontrar e utilizar uma força interior que não conhecia.

apoio:

logo_dgsedp
cmssanamimamiescolaLogo_TRANSGRAFICAAPEO_logoPT_b